Publicado a 20 Abril 2019

Assento Curioso #1: Parto

blog-antepassados-assento-curioso-1

Dar à luz é o momento mais mágico da existência humana.

Quando imaginamos os nossos antepassados, é normal pensar sobre o quão diferente tudo era em 1800, 1700, 1600… Todos eles conheceram um mundo totalmente diferente do nosso. Mas uma mãe que dá à luz é algo tão arcaico como a própria Humanidade.

Por trás de cada assento de batismo, há uma mãe guerreira que trouxe algo novo ao mundo. Mas nem sempre o dia do parto é um dia feliz.

Esta história, escondida nas folhas de um livro perdido no tempo, pinta-nos um retrato duro e sofredor de uma mãe e a sua perda.

“Aos treze dias de Setembro de mil setecentos e setenta e nove annos, (…) sucedeu que, estando Maria Martins (…) para parir desde o dia dez do dito mês e anno, com Parteiras ao pé, e a Anna Custódia Duarte de Macedo desta freguesia que estava esperando o nascimento do feto para lhe dar o leite, no dia doze à noite, disse esta que aparecera in ore vasis a cabeça de hua criança, e ahi lhe lançara agua do modo que pode, dizendo a forma do Baptismo com intenção de a baptizar, o que tinha eu recomendado às molheres (…) e no dia treze veio hua parteira (…) e tirou a Criança morta do ventre da mãe, que era hum menino, e disse a dita parteira que poucas horas havia que tinha morrido, por sinais que lhe achou”.

Façamos por não nos esquecermos nunca de todas as horas de sofrimento que, ao final de milénios, também elas nos trouxeram ao mundo.